quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

CONSELHO APROVA AUMENTO DE PASSAGEM DE ÔNIBUS PARA R$ 3,80 EM ITABUNA!!!!

Resultado de imagem para TRANSPORTE URBANO DE ITABUNA
O  Conselho Municipal de Transporte de Itabuna (CMTI) aprovou, durante reunião na segunda-feira (3), reajuste de R$ 0,80 no preço da passagem de ônibus urbanos. O aumento deve ser concedido a partir do próximo mês. Com isso, o valor da tarifa para o usuário do transporte coletivo no município do sul da Bahia deverá passar de R$ 3 para 3,80, mesmo valor cobrado em localidades maiores como Feira de Santana e Vitória da Conquista.
O aumento na passagem no município de cerca de 220 mil habitantes foi autorizado menos de 20 dias depois da posse do presidente da CMTI, Eduardo Cardoso, que também é presidente do Sindicato dos Taxistas de Itabuna. Aprovação do reajuste ocorreu com votos favoráveis de 13 dos 17 membros da entidade. Cardoso defendeu o reajuste e alegou que foram aprovadas medidas compensatórias para os estudantes, com a extensão do direito a meia passagem para todos eles.
O taxista alegou ainda que o reajuste não será de R$ 0,80, mas de R$ 0,30 porque,  segundo ele, a tarifa custa R$ 3,50, valor que não estaria sendo cobrado por causa de uma liminar da Justiça. Na verdade, no passado, o CMTI aprovou reajuste de R$, 2,85 para R$ 3,50, mas o governo municipal autorizou aumento para R$ 3,30, que foi contestado pela população.
O aumento gerou revolta nos usuários que se queixam da falta de qualidade do serviço prestado pelas duas empresas de ônibus que atuam no município sul-baiano. Ainda não há decisão judicial definitiva sobre o aumento aprovado pelo CMTI e autorizado pelo prefeito Fernando Gomes em fevereiro do ano passado.
“DECISÃO TÉCNICA”
Eduardo Cardoso disse ainda que a decisão do Conselho de Transporte de Itabuna foi técnica e não política. “Os conselheiros foram a favor do reajuste, condicionando a o benefício da meia passagem para todos os estudantes, incluindo de cursos profissionalizantes. Eles terão esse direito até no período de férias e nos finais de semana”, afirmou o conselheiro ao Programa Balanço Geral, da TV Cabrália.
Ele afirmou também que o reajuste foi autorizado porque está previsto em lei municipal e por causa do aumento de preços de insumos – pneus, peças e acessórios, lubrificantes e óleo diesel. Já os usuários, além do valor que consideram alto, reclamam de superlotação, falta de cumprimento de horário e da não implantação das estações de transbordo previstas no edital de licitação do serviços de transporte coletivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente Aqui!!!

Curta nossa página